O conselho InterAcademy, que reúne as principais academias de ciências do mundo, lançou esta semana o relatório Iluminando o Caminho que propõe investimentos das grandes economias do mundo em energia limpa e renovável, além de programas de eficiência energética. O estudo contou com a coordenação do professor José Goldemberg, da USP.
Segundo o documento, é preciso um investimento de US$ 18 bilhões por ano até 2012 em energia limpa, o dobro do que se gasta hoje, para reduzir as emissões de gases de efeito estufa do planeta.
O professor Goldemberg, em entrevista à Folha de São Paulo, defendeu a criação de programas de eficiência energética e uma melhor distribuição da energia como os grandes desafios para as próximas décadas. O potencial de países como o Brasil para a geração de energia por meio de fazendas eólicas é gigantesco e o custo – financeiro e ambiental – bem menor do que o de fontes sujas como a nuclear.

Fonte: Greenpeace

Anúncios